quarta-feira, 7 de abril de 2010

Palavras soltas, ou não

Acontece que às vezes é necessário assumir seus medos, seus erros. Deixar de lado seu mundo de conto de fadas e encarar a realidade, perceber que existe alguém do teu lado que se importa contigo, e infelizmente muitas vezes esse alguém não é o alguém que você queria que estivesse, não é o alguém que você deseja compartilhar seus pesares, alegrias, suas falhas, mas é um alguém que sempre vai te amar mesmo não sendo correspondido, que entenderá suas duvidas ou pelo menos buscará te compreender. Se envolver é fácil, é gostoso, mas e pra desenrolar? E os sentimentos? E as lágrimas, apertos no peito quando insistem em não desgrudar de você? Reza a lenda que a alegria sempre vem ao amanhecer! Mas e quando deseja se esconder nas sombras pra não verem tuas lágrimas? E se você quiser se refugiar em meio a multidões de sorrisos falsos? Não conforta, não acaba, apenas te esconde por um tempo. Esconder pra que? Fugir pra que? O mundo está ai pra ser encarado de frente, pra aprendermos com ele e poder nos orgulhar do que aprendemos quebrando a cara, chorando mas sorrindo no final! O amor irá te confortar, irá te encostar em seu peito e sussurrará: 'não desista, existe um sol que brilha todas as manhãs!'. E ele brilha pra você, por você! Não há problema que não possa ser resolvido, nem angustia que alivie com o tempo, nem perda que não seja superada, nem lágrima que seja substituída por um sorriso. Tudo acontece no seu tempo, e nada é por acaso, tudo tem seu propósito, por pior que pareçam, basta deixar o tempo seguir seu rumo, sem se acomodar, sem passar a frente dele. O tempo é o senhor da razão, dizem os mais velhos, ele é precioso, inesperado, silencioso, mas age de forma intensa. Ele vem trazendo o que você merece, o que você espera e o que não espera, e quando você menos imagina ele está la, te mostrando a solução das suas angustias e pedidos de tempos atrás, e você percebe que não é necessário correr contra ele, pois ele sempre age no momento certo, e você achará graça de si por ter tentando se apressar demais, e perceberá que aquela montanha que te impedia de seguir em frente, era apenas um grão de areia.

Um comentário:

MarcusJorn disse...

Lindo...
Perfeito...
Sublime.